About Me

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Setembro Amarelo: livros que abordam o suicidio

| |



Há quem diga que o suicida é uma pessoa covarde, que não teve coragem de lidar com os seus problemas. Quem ousa dizer tal absurdo não imagina o que se passa na cabeça de alguém para que ela tenha coragem o suficiente para conseguir tirar a própria vida, sem temer o que viria em seguida, a dor e o medo das consequências caso o ato não desse certo.

Não sei em que página ou grupo no Facebook que eu li essa frase: o suicida se mata não para somente tirar a vida, e sim para que a dor acabe. Parafraseei um pouco a mensagem, mas a essência dela é essa mesma. Essa dor é impossível de se medir, impossível de se explicar, ela corrói a sua alma e atormenta sua mente com um desespero enlouquecedor. Esse sofrimento te consome ao ponto de você se sentir mais confortável deitado em uma cama, pois a terra dos sonhos é infinitamente vezes melhor que a terra dos acordados e hábitos que um dia já foram tão prazerosos, soam como um ato obrigatório, deprimente e cansativo. Assim como toda uma rotina. E então, não é de se surpreender que alguém ache (ou tenha certeza) que a única solução para cessar essa dor é a de tirar a própria vida. 

Muitas pessoas convivem com o sentimento da dor, da depressão. Muitos sequer sabem que a tem e muitos outros não fazem ideia de que convivem com portadores dessa doença. Não sabem como notá-la, acalmá-la, lidar com tamanho triste diagnóstico. Muitos são agressivos. Falam coisas que não devem, que não podem. Claro, quem é que têm essas condições não andam com elas escritas na testas. Mas isso não dá liberdade para ninguém faltar com a empatia, com pessoas tendo tais patologias ou não.

Há livros que retratam, por meio da ficção, a vida de pessoas que conviveram com suicidas ou que tinham esse pensamentos. Alguns dos selecionados aqui são narrados pelos próprios suicidas, outros têm personagens relatando como é o processo da perda e da culpa por não ter notado o estado da pessoa próxima que se foi e não ter feito nada que pudesse ajudar a mudar tal condição.



Os 13 Porquês


Autor: Jay Asher Editora: Ática Ano: 2009.

Sinopse: Hanna Baker se matou há duas semanas ao tomar uma quantidade de remédios o suficiente para lhe causar uma overdose. Todos se questionam o motivo para ela ter feito isso, afinal, aparentemente, ela era bonita e popular. O que ninguém sabe é que ela teve 13 motivos para se matar e cada um deles está gravado em sete fitas. Cada motivo, um culpado diferente. Esses culpados são pessoas que, em algum momento de sua vida, tiveram alguma ligação com Hanna. A narração do livro é dividida entre Hanna contando seu trajeto até a decisão do suicídio e com o ouvinte de vez, Clay Jensen, menino que era perdidamente apaixonado por Hanna e não entende o porquê dela ter se matado e porquê ele seria um dos culpados de sua morte.

"Era exatamente isso que eu queria para mim. Queria que as pessoas confiassem em mim, apesar de qualquer coisa que tivessem ouvido. E, mais do que isso, queria que me conhecessem. Não aquilo que pensavam saber a meu respeito. Mas eu de verdade."
Uma das principais lições que eu aprendi com a leitura de "Os 13 Porquês" foi nunca levar a sério um boato, seja vindo de um grupo em comum de amigos e conhecidos ao que uma revista sensacionalista carrega em suas capas. Também é visto como uma pessoa pode se definhar devido a pressão, solidão e péssimos julgamentos, sem poder ter alguém para confiar, já que a confiança, em si, já foi destruída. E como insistir, correr atrás e oferecer um ombro amigo pode salvar vidas.

Disponível: https://www.skoob.com.br/os-13-porques-54127ed59626.html

No livro, um dos personagens chega a desconfiar dos desejos suicidas de Hanna após ler uma cartilha de avisos semelhante ao da imagem abaixo:



O Clube dos Suicidas


Autor: Robert Louis Stevenson / Editora: Rocco / Ano: xx

Sinopse: O livro não retrata da problemática do suicídio diretamente. Na verdade, ele foi uma espécie de prelúdio para o romance policial contemporâneo na época em que foi publicado, no século  XIX. Ele retrata as aventuras de um príncipe e seu acompanhante pelas festas durante as noites europeias. Em uma delas, eles encontram um senhor que lhes apresenta um clube, que logo em seguida, descobririam que se tratava do Clube dos Suicidas. Tal Clube serviria como uma ajuda aqueles homens que não tinham coragem de tirarem a própria vida e por meio de sorteios de cartas, seria sorteada a vítima e o seu assassino (ambos homens com desejos suicidas). A partir daí, ocorre uma série de investigações do Príncipe Florizel e seu confidente Coronel Geraldine diante das falcatruas assombrosas que o Clube e seus responsáveis escodem.

Disponível: https://www.skoob.com.br/o-clube-dos-suicidas-22214ed132324.html

As Vantagens de Ser Invisível


Autor: Stephen Chbosky / Editora: Rocco / Ano: 1999

Sinopse: Charlie envia cartas relatando seu dia-a-dia para alguém que ele entitula de "amigo", ninguém sabe quem esse amigo e nem os nomes verdadeiros das pessoas relatadas nas situações em que ele conta nas cartas (inclusive, ele não cita, em momento algum, o nome dos irmãos!). De acordo com a linha cronológica do livro, iremos ver Charlie ingressar no primeiro ano do ensino médio, sem amigos, solitário e com muitos medo perturbando a sua mente. Seu melhor amigo se matou no verão passado e a única amiga que tinha, se enturmou com os legais da escola e o deixou sem amigo algum. Para seguir as orientações de seu professor e pais, ele vai assistir uma partida de futebol do time da sua escola e acaba virando amigo de Patrick e Sam, casal de irmãos veteranos da mesma escola que Charlie. A partir daí, entramos num enredo que trabalha a amizade, o amor, infinitas primeiras vezes, homofobia, abuso sexual, violência doméstica, traumas, diversos tabus (aborto e o uso de drogas, por exemplo), doenças psicológicas e suicídio. A maior lição que eu tirei desse livro, que me salvou do fiasco que foi a minha festa de 15 anos, foi que amizades importam, amizades salvam e amizades são uma família sim. 

Disponível: https://www.skoob.com.br/as-vantagens-de-ser-invisivel-2703ed3512.html

A Lista Negra


Autora: Jennifer Brown / Editora: Gutenberg / Ano:  2012

Sinopse: Valerie terá que lidar com a volta às aulas. Não seria um tremendo problemas se não fosse ela a, assim acusada, cúmplice do massacre, comandado por seu namorado, que matou e feriu vários alunos e um professor. Vítima de um lar violento, bullying na escola e muito solitária, Val encontrou forças ao criar laços com o também solitário Nick Levil - que logo, logo seria seu namorado. Juntos enfrentam uma série de chacotas destrutivas e absurdamente tiranas. Como uma válvula de escapa, ela criou uma lista de todas as coisas, situações e pessoas que odiava, que logo Nick também participaria das anotações, tal lista é a Lista Negra dos dois. O que Valerie nunca poderia imaginar, é que Nick usaria essa lista como uma espécie de radar de alvos no dia do massacre, nem imaginaria que ele teria coragem de atirar na própria namorada e em seguida, tirar a própria vida. O livro retrata problemas de autoestima, confiança, solidão, depressão e bullying

Disponível: https://www.skoob.com.br/a-lista-negra-224842ed251517.html

Perdão, Leonard Peacock


Autor: Matthew Quick / Editora: Intrísceca / Ano: 2013

Sinopse: Leonard Peacock irá se matar no dia de seu aniversário. Mas antes, irá entregar alguns presentes para algumas pessoas que marcaram sua vida (positivamente, é claro). E antes de se matar, irá matar seu ex-melhor amigo também. Leonard tem sérios problemas, além dos de autoestima, os de confiança, amizades tóxicas, uma mãe distante e um longo histórico de bullying e pessoas com quem não pôde confiar. Coberto de segredos, em cada uma das visitas aos seus amigos, ele irá se revelar. É uma leitura leve, sagaz e gritante sobre como se deve ter empatia e atenção a quem convive com você, podem ter tantos sinais que talvez fique invisível notá-los.

Disponível: https://www.skoob.com.br/perdao-leonard-peacock-336529ed377249.html




Suicidas


Autor: Raphael Montes / Editora: haverá uma nova edição pela Companhia das Letras, da edição da foto é a Benvirá / Ano: 2012

Sinopse: "Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – e aparentemente sem problemas – a participarem de uma roleta-russa?

Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio.

Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte dos seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo muito maior começa a se revelar."

Disponível: https://www.skoob.com.br/suicidas-253528ed288820.html

Por Lugares Incríveis


Autora: Jennifer Niven /  Editora: Seguinte /  Ano: 2015

Sinopse:  "Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.

Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los." 

Disponível: https://www.skoob.com.br/livro/425982ED482468

As Virgens Suicidas


Autor: Jeffrey Eugedines / Editora: Companhia das Letras /Ano: 2013
Sinopse: "Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível. A tragédia, ocorrido no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida. [...]"

Disponível: https://www.skoob.com.br/as-virgens-suicidas-3181ed336282.html

A Playlist de Hayden


Autor:  Michelle Falkoff  Editora: Novo Conceito  / Ano: 2015

Sinopse: "Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. 'A Playlist de Hayden' é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil."

Disponível: https://www.skoob.com.br/livro/438962ED497393

Por fim, só quero desejar boas leituras e que todos que um dia forem ler cada um dos livros, tirem uma boa lição sobre isso. Saiba, a dor que um suicida carrega não deve ser julgada como frescura nem falta de Deus ou falta do que fazer. Tenha empatia, respeito e amor. Ajude. 

Caso venha se sentindo muito solitário ou deprimido, acesse: http://www.cvv.org.br/chat.php ou ligue para 141. Você é forte, único e digno de amor! ❣

Nota: os cincos primeiros livros listados aqui tiveram suas sinopses escritas por mim!